Notícias

Por ...

10 de fevereiro de 2021

Anvisa decide por não se manifestar sobre projeto de lei que propõe alteração da Lei de Propriedade Industrial

Nesta terça-feira, 09 de fevereiro de 2021, a Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) decidiu por não se manifestar sobre o Projeto de Lei do Senado (PLS) 2.410/2020, que propõe alteração da Lei 9.279/1996 (LPI) para tratar da priorização do exame de pedidos de patentes relacionados ao combate a epidemias.
 
O projeto de lei propõe que os depositantes de pedidos de patentes possam solicitar de forma fundamentada, ao Ministério da Saúde, a priorização para o exame de patentes relacionadas a produtos, processos, equipamentos e materiais que o próprio Ministério indicar como essenciais para o combate a epidemias.
 
Na prática, a priorização no exame de pedidos de patente com tecnologias relacionadas à Covid-19 já foi regulamentada pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), por meio da Portaria nº 149/2020. Além disso, o INPI já realiza o trâmite prioritário de pedidos de patente relacionados a produtos para saúde, de interesse público ou emergência nacional, conforme disciplina a Resolução 239/2019. O PLS 2.410/2020, contudo, estabeleceria uma nova forma de priorização para epidemias genericamente.
 
Em seu voto, o Diretor-Presidente da ANVISA, Antônio Barra Torres, frisou que a competência da Coordenação de Propriedade Intelectual da ANVISA limita-se à manifestação em sede de anuência prévia quanto a pedidos de patentes de produtos e processos farmacêuticos de acordo com o artigo 229-C da LPI – a qual se circunscreve à análise de risco à saúde pública.
 
Barra Torres ressaltou que a competência para definir os trâmites para a análise e concessão de patentes cabe ao INPI, sendo essa matéria estranha à competência da ANVISA. Assim, votou em não se manifestar sobre o PLS 2.410/2020, sendo acompanhado pela maioria.
 
Ainda em 2020, a relatora ex-Diretora Alessandra Bastos Soares havia votado no sentido de não se opor ao projeto de lei, afirmando que a priorização dos exames de pedidos de patentes pelo Ministério da Saúde poderia fortalecer a participação da ANVISA nas questões atinentes à relação da propriedade industrial com a saúde pública.
 
O PLS 2.410/2020 aguarda a votação no plenário do Senado Federal.
 
Em caso de dúvidas, nosso time está à sua disposição no e-mail mail@kasznarleonardos.com.
 
 
 
Voltar

Últimas notícias por ...

26 de agosto de 2021

ADI 5529 e seus impactos no setor farmacêutico

Em artigo publicado no Valor Econômico, nossa sócia Aline Ferreira comentou os impactos sofridos pelo setor farmacêutico pela ADI 5529.

Ler notícia

24 de junho de 2021

Texto da MP do Ambiente de Negócios é aprovado pela Câmara dos Deputados e acaba com a anuência prévia para patentes farmacêuticas, além de trazer modificações relevantes sobre nomes empresariais

Ler notícia

11 de junho de 2021

Aprovado o primeiro Plano de Ação para implementação da Estratégia Nacional de Propriedade Intelectual no biênio 2021-2023

No dia 09 de junho de 2021, foi aprovado pelo Grupo Interministerial de Propriedade Industrial (GIPI) o primeiro Plano de Ação para Aprovado o primeiro Plano de Ação para implementação da Estratégia Nacional de Propriedade Intelectual no biênio 2021-2023

Ler notícia