Notícias

Newsletter

Criação da Secretaria Executiva do SISGEN – Como se preparar

O SISGEN vem substituir a sistemática de acesso ao patrimônio genético e  conhecimento tradicional associado que vigia sob a Medida Provisória nº2.816-16, de 23 de agosto de 2001, a qual exigia a autorização prévia do CGEN para os acessos ao patrimônio genético brasileiro e ao conhecimento tradicional associado.
 
De acordo com as novas regras introduzidas pela Lei nº 13.123/2015, para a  maior parte dos acessos bastará a realização de um mero cadastro no SISGEN.
 
Assim, a entrada em funcionamento do SISGEN importará em relevantes mudanças para os usuários, que poderão a partir de sua entrada em operação:
 
> Cadastrar os acessos ao patrimônio genético brasileiro e ao conhecimento tradicional associado, inclusive aqueles relacionados com  meros fins de pesquisa;
 
> Cadastrar amostras do patrimônio genético e termos de transferência de amostra;
 
> Credenciar coleções ex situ que contenham amostra do patrimônio genético brasileiro;
 
> Realizar notificação de produto acabado e de material reprodutivo para fins de repartição de benefício;
 
> Obter certificados de regularidade de acesso;
 
> Realizar remessa de amostras ao exterior.
 
 

Ademais, finalmente será possível aos usuários regularizar os acessos ao patrimônio genético e ao conhecimento tradicional associado realizados na vigência da Medida Provisória nº 2.186-16. Para tanto, haverá o prazo de 1 (um) ano, conforme artigo 103 do Decreto nº 8.772, de 11 de maio de 2016. Se concretizado o prazo prometido pelo Governo brasileiro, os acessos ao patrimônio genético brasileiro e ao conhecimento tradicional associado serão desburocratizados no curto prazo.

 
 
Voltar

Últimas notícias relacionadas

22 de novembro de 2021

Kasznar Leonardos recebe selo internacional de qualidade ISO 9001

Certificação reconhece nossa eficiência operacional, com foco na excelência no atendimento ao cliente e na melhoria contínua dos nossos processos de trabalho Kasznar Leonardos recebe selo internacional de qualidade ISO 9001

  • Kasznar Leonardos
  • Ler notícia

    12 de novembro de 2021

    INPI reconhece o Direito de Precedência como argumento para interposição de Nulidades Administrativas

    Por Flávia Tremura e Isabella Faccioli A partir deste mês de novembro o INPI passa a aceitar o direito de precedência de INPI reconhece o Direito de Precedência como argumento para interposição de Nulidades Administrativas

  • Kasznar Leonardos
  • Ler notícia

    10 de setembro de 2021

    STF reafirma a incidência do ISS sobre os contratos de franquia

    O Supremo Tribunal Federal, em sessão de julgamento ocorrida em 27.08.2021, rejeitou, de forma unânime, a modulação de efeitos da decisão que STF reafirma a incidência do ISS sobre os contratos de franquia

    Ler notícia