Notícias

Por Tatiana Almeida Silveira

INPI lança Programa Piloto de PPH com EPO (Escritório Europeu de Patentes)

Dessa vez, a medida consiste em um acordo de cooperação assinado entre o INPI e o EPO através de um programa piloto de PPH, orientado exclusivamente para invenções nas áreas de Tecnologia Médica e de Química (excluindo fármacos).
 
O novo programa aceitará um máximo de 300 pedidos por ano, cujos exames serão acelerados após comprovada a concessão das patentes correspondentes pelo EPO.
 
Atualmente, o Brasil já possui acordos do tipo PPH com os EUA (Óleo & Gás), Japão (tecnologia da informação e engenharia mecânica) e países Latino-Americanos integrantes do Prosur.
 
Caso deseje receber mais informações sobre este assunto, não hesite em entrar em contato conosco, por escrito ou por telefone, diretamente com o seu contato habitual em nosso escritório ou pelo e-mail: mail@kasznarleonardos.com
Voltar

Últimas notícias por Tatiana Almeida Silveira

30 de dezembro de 2020

INPI publica a fase II do programa de Patent Prosecution Highway (PPH)

O Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) instituiu, por meio da Portaria n° 404, de 21/12/2020, a fase II do projeto-piloto de INPI publica a fase II do programa de Patent Prosecution Highway (PPH)

Ler notícia

14 de novembro de 2017

INPI define os procedimentos administrativos do programa piloto de aceleração de exame em parceria com o Escritório Europeu de Patentes (EPO)

Como alternativa para aceleramento do exame de pedidos de patente nas áreas de Química e Tecnologia Médica (exceto área farmacêutica), o Instituto INPI define os procedimentos administrativos do programa piloto de aceleração de exame em parceria com o Escritório Europeu de Patentes (EPO)

Ler notícia

16 de outubro de 2017

INPI lança Programa Piloto de PPH com EPO (Escritório Europeu de Patentes)

Seguindo o mesmo expediente que já vem sendo adotado para enfrentar o problema atual do expressivo backlog de pedidos de patente ainda aguardando exame, o INPI lança mais uma alternativa para aceleração de exame de pedidos

em áreas consideradas estratégicas.

Ler notícia