Notícias

Na Mídia

3 de dezembro de 2020

  • Kasznar Leonardos

Marcas são vetadas por moral e bons costumes

Perereca Bicuda, Snopp Droggado, Tesão de Vaca, Meu Cookie Brilha. A criatividade do brasileiro vem muito antes da invenção de memes na internet e cria controvérsias no registro de marcas do Inpi.
 
Esses são alguns dos nomes barrados pela Lei da Propriedade Industrial que estabelece que devem ser vetadas "expressão, figura, desenho ou qualquer outro sinal contrário à moral e aos bons costumes ou que ofenda a honra ou a imagem de pessoas ou atente contra liberdade de consciência, crença, culto religioso ou ideia ou sentimento dignos de respeito e veneração". 
 
Confira a entrevista da nossa sócia, Flávia Tremura, sobre a falta de critério e atentado à moral e aos bons costumes no momento do registro de algumas marcas. A íntegra da reportagem está disponível no site da Folha de São Paulo
Voltar

Últimas notícias relacionadas

21 de junho de 2024

Marketing de emboscada: o que marcas devem fazer para evitar infrações?

Nossa sócia Fernanda Magalhães foi convidada pelo portal “Mundo do Marketing” para analisar o marketing de emboscada, uma prática arriscada que pode Marketing de emboscada: o que marcas devem fazer para evitar infrações?

Ler notícia

17 de junho de 2024

Herdeiros de Anderson podem proibir Molejo de usar nome do grupo?

Nossa sócia Luciana Minada foi convidada pelo portal Notícias da TV, do UOL – Universo Online, para comentar sobre a possível disputa Herdeiros de Anderson podem proibir Molejo de usar nome do grupo?

Ler notícia

3 de junho de 2024

Dívida e documento falso: o que há por trás do legado milionário de Chorão

Não é incomum que a morte de um artista gere imbróglios jurídicos por causa de suas criações. No caso de Chorão, falecido Dívida e documento falso: o que há por trás do legado milionário de Chorão

Ler notícia
plugins premium WordPress