Notícias

Por Viviane Trojan

Nova Regulamentação aprovada pela Anvisa simplifica o procedimento de registro para medicamentos biossimilares

A Anvisa aprovou o novo regulamento simplificado para registro de medicamentos biossimilares, cuja publicação no Diário Oficial da União (DOU) ainda é aguardada.

O objetivo da nova norma aprovada durante a reunião ordinária pública da Diretoria Colegiada da Anvisa (DICOL) na segunda-feira, dia 27/05, é simplificar o processo dos biossimilares, a partir da contemporização segura de requisitos de desenvolvimento. O texto normativo possibilita a via de comparabilidade a partir de comparador adquirido no exterior, a isenção de estudos clínicos, quando tecnicamente viável, e, consequentemente, a redução de documentos a serem apresentados pelo requerente do registro.

O revogado Capítulo V, da RDC n° 55/2010, elencava uma série de documentos necessários para a aprovação de registro desses medicamentos pela via de comparabilidade. Dentro do acervo de documentação requisitada, extraia-se a ideia de necessidade de comparador adquirido nacionalmente e de relatórios de estudos clínicos de efetividade e comparabilidade.

Em sentido contrário, a nova proposta trouxe diversas simplificações, por exemplo, permitindo expressamente a utilização de comparador adquirido no exterior mediante a realização de um estudo ponte, garantindo previsibilidade e segurança jurídica aos desenvolvedores de medicamentos biossimilares; e evitando o recebimento de exigências que possuem risco de não serem cumpridas dentro do prazo legal devido a sua complexidade. Não somente, o novo texto normativo, em casos excepcionais, quando possível confirmar a indisponibilidade do comparador no mercado nacional e internacional, permite a utilização do método simplificado de registro de comparabilidade pelas Autoridades Reguladoras Estrangeiras Equivalentes (AREEs).

A nova regulamentação foi resultado de estudos iniciados em 2022, com a elaboração do Edital de Chamamento No. 15/2022, responsável por reunir importantes informações e subsídios para o desenvolvimento de produtos biológicos pela via da comparabilidade.

A norma foi também matéria de discussão da Consulta Pública n° 1.206 por 45 dias. Na consulta, 47% de contribuições foram aceitas, sendo 21% aceitas totalmente e 26% aceitas parcialmente, garantindo as etapas essenciais para o entendimento e a melhoria da proposta regulatória.

Caso deseje saber mais sobre os desdobramentos sanitários e regulatórios relacionados ao novo marco regulatório de registro de biossimilares, conte com o nosso time de especialistas: regulatorio@kasznarleonardos.com.

Voltar

Últimas notícias por Viviane Trojan

2 de julho de 2024

Guia Global de Práticas em Life Sciences 2024 da Chambers and Partners está disponível

Temos o prazer de anunciar a nossa colaboração no Guia Global de Práticas em Life Sciences 2024 da Chambers and Partners! Nossas Guia Global de Práticas em Life Sciences 2024 da Chambers and Partners está disponível

Ler notícia

13 de junho de 2024

Viviane Trojan participa do Encontro Científico da ABPI

Nossa sócia Viviane Trojan participou do 3º Encontro Científico das Comissões de Estudos da ABPI (Associação Brasileira da Propriedade Intelectual). Viviane foi Viviane Trojan participa do Encontro Científico da ABPI

Ler notícia
plugins premium WordPress